歌詞

錯誤回報

Letra de "Palpite Infeliz / Feitiço da Vila / Alô Noel" de Martinho da Vila, Cláudio Jorge e Velha Guarda Musical de Vila Isabel

Quem é você que não sabe o que diz?
Meu Deus do Céu, que palpite infeliz!
Salve Estácio, Salgueiro e Mangueira
Oswaldo Cruz e Matriz
Que sempre souberam muito bem
Que a Vila não quer abafar ninguém
Só quer mostrar que faz samba também
Fazer poema lá na Vila é um brinquedo
Ao som do samba dança até o arvoredo
Eu já chamei você pra ver
Você não viu porque não quis
Quem é você que não sabe o que diz?
A Vila é uma cidade independente
Que tira samba, mas não quer tirar patente
Pra que ligar a quem não sabe aonde tem o seu nariz?
Quem é você que não sabe o que diz?

'Guenta aí, Cláudio Jorge
Chegou a Velha Guarda Musical

Quem nasce lá na Vila
Nem sequer vacila
Ao abraçar o samba
E faz dançar os galhos do arvoredo
E faz a lua nascer mais cedo
Lá, em Vila Isabel
Quem é bacharel
Não tem medo de bamba
São Paulo dá café
Minas dá leite
E a Vila Isabel dá samba

A vila tem um feitiço sem farofa
Sem vela e sem vintém
Que nos faz bem
Tendo nome de princesa
Transformou o samba
Num feitiço decente
Que prende a gente
O sol da Vila é triste
Samba não assiste
Porque a gente implora
Sol, pelo amor de Deus
Não vem agora
Que as morenas vão logo embora
Eu sei tudo o que faço
Sei por onde passo
Paixão não me aniquila
Mas, tenho que dizer
Modéstia à parte, meus senhores
Eu sou da Vila!

Vai, CaJó!

Alô Noel
Eu vou cantando o meu samba
Fazendo na vida meu melhor papel
Ser feliz eu sonho
Ter uma vida tranquila
E morar numa vila em Vila Isabel
Pode ser em qualquer rua
Que dê lá na Praça Barão de Drumond
Ou até mesmo um barraco
Naquele macaco do meu coração
Na Teodoro da Silva
Lá nas Torres Homem ou na Souza Franco
Mas a Vinte e Oito é que é o biscoito
Pra ir pro Maraca caminhando a pé
Desfilar de azul e branco
E beber na Visconde de Abaeté
Desfilar de azul e branco
E beber na Visconde de Abaeté
Alô Noel
Eu vou cantando o meu samba
Fazendo na vida meu melhor papel
Ser feliz eu sonho
Ter uma vida tranquila
E morar numa vila em Vila Isabel
Mas, tenho que dizer
Modéstia à parte, meus senhores
Eu sou da Vila!